O programa mais médicos nos estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo: significados, resultados e sustentabilidade

R$0,00

O programa mais médicos nos estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo: significados, resultados e sustentabilidade

R$0,00

Paulo Roberto Volpato, Márcia Maria Pereira Rendeiro, José Mendes Ribeiro, Marcelo Rasga Moreira (Orgs.)

A afirmação constitucional de que a saúde é um direito de todos e dever do Estado, da qual muitos de nós brasileiros nos orgulhamos, deve ultrapassar a retórica e se concretizar na vida dos nossos 200 milhões de compatriotas. Os que vivem nas periferias urbanas ou zonas conflagradas, no campo e em localidades distantes não viam, até a última década, a concretização desse desiderato constitucional. No Brasil, como em todo o mundo, a má distribuição dos profissionais de saúde, especialmente os médicos, é ainda mais evidente que a própria
escassez. Nenhuma solução simplista resolve problema de tamanha complexidade em que os médicos não estão nas regiões mais sanitariamente inseguras do país. Os motivos vão além de salários baixos e a extração social. A perspectiva de educação de filhos, o isolamento dos
avanços da ciência, bem como o estranhamento ao meio rústico ou não familiar devem sempre ser considerados. Inúmeras tentativas para sanar essa brecha distributiva têm sido propostas ao longo de décadas, sem muito sucesso. O destemor político do governo federal, que enfrentou pressões corporativas impensáveis, inaugurou uma nova era, na qual todos os municípios e as aldeias indígenas puderam contar com profissionais de saúde. A estratégia de saúde da família, desde os últimos anos do último século, teve sucesso ao constituir as equipes, as quais não continuaram expandindo principalmente pela falta de médicos dispostos a prestar serviços nos rincões mais apartados deste país.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O programa mais médicos nos estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo: significados, resultados e sustentabilidade”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *