Livro da Eduerj aborda a formação de professores

As reflexões sobre as práticas na sala de aula resultam em conteúdos muito valiosos para o fazer pedagógico. Sob essa perspectiva, a prática docente e aspectos da política educacional na América Latina são objeto de lançamento da Editora da Uerj. Formação de professores para uma educação plural e democrática, organizado por Luiz Fernando Conde Sangenis, Elaine Ferreira Rezende de Oliveira e Heloísa Josiele Santos Carreiro, concebe a formação de professores como um ato contínuo em que o ensino também é um aprendizado.

O livro observa os desafios enfrentados na prática e na política educativa em diferentes contextos educacionais. A publicação é dividida em quatro partes.

Na primeira parte, é defendida a concepção de que a interação entre alunos e educadores favorece à reflexão da prática de ensino. Apresentam-se, então, reflexões sobre as práticas formativas dos professores, ressaltando a importância do intercâmbio entre essas vivências para que se estimule o autoconhecimento e a aprendizagem de alunos e professores.

Já na segunda parte, o foco está nos desafios da área política-pedagógica para a formação de professores na América Latina. Um exemplo é o capítulo assinado pela  professora argentina Gabriela Herczeg, “El (im)posible desafio de desheterosexualizar el curriculum”. Em seu texto, a educadora defende a questão da laicidade na prática pedagógica e critica o fato de a legislação encarregar as igrejas cristãs a proverem a educação sexual. Com isso, a autora observa o avanço do conservadorismo e da extrema direita que, juntos, procuram diminuir a autonomia pedagógica dos educadores.

Nas duas partes finais da obra, a ênfase está nas questões políticas, com o intuito de provocar uma reflexão sobre saberes e práticas formativas, e também sobre a relação entre política educacional e movimento social. Os autores tematizam a educação com a utilização da tecnologia das novas mídias e a necessidade de debate sobre a presença do tema das relações étnico-raciais no currículo da licenciatura.

Formação de professores para uma educação plural e democrática é, portanto, uma leitura qualificada para todos aqueles que se interessam por discutir práticas educativas na América Latina.

Geiselaine de Medeiros

Sob supervisão de Ricardo Zentgraf

Share this post
  , , , ,


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *