Livro discute os caminhos dos professores brasileiros

Reflexões e práticas na formação de educadores chega ao mercado em um momento de amplo debate sobre os caminhos da educação brasileira. A coletânea, organizada por Cesar de David e Janete Webler Cancelier, estabelece diálogos sobre as possibilidades da formação de professores, os limites e as condições dadas pelas políticas públicas brasileiras.

Qual o conceito de educação que temos reproduzido? Essa é uma das perguntas que o livro pretende investigar por meio dos relatos sobre experiências e práticas desenvolvidas nas escolas, universidades e outros ambientes educativos. Reunindo a experiência de professores do ensino básico e do ensino superior, trata-se de uma coletânea que destaca os professores e os desafios inerentes à trajetória de formação.

Um dos temas abordados é o financiamento da educação básica brasileira. A área está intimamente ligada ao poder público e o setor encontra uma série de desafios para garantir o acesso à educação e a qualidade do ensino. Pesquisas recentes demonstram encontrar-se fora da escola aproximadamente 3,8 milhões de crianças e adolescentes e ressaltam que, além da dificuldade do acesso à educação, existem problemas como o sucateamento dos ambientes, salários baixos e inadequada formação dos professores, elementos que acabam por prejudicar tanto o ensino quanto a aprendizagem.

O livro se divide em três partes: formação inicial dos professores, formação dos educadores do campo e formação continuada de professores. Uma das questões mais relevantes é o embate entre a formação que visa satisfazer as necessidades mercadológicas e aquela voltada à formação integral do cidadão. Os autores reconhecem a complexidade do professor-educador que, além de dominar determinada matéria, lida, em sala de aula, com questões sociais e pedagógicas.

Os capítulos contemplam uma variedade de temas como a educação escolar quilombola, atuação do PIBID, a educação indígena, a educação para alunos especiais, os grupos de pesquisa em formação de professores, e a formação de professores de geografia e de história, entre outros. Por sua abrangência, o livro da EdUERJ tem tudo para servir de referência para os docentes e licenciandos que desejarem refletir sobre a produção de conhecimento nos cursos de formação inicial, continuada e dos educadores rurais.

Share this post
  , , , , ,


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *