O crime do padre Amaro é o novo título da EdUERJ de Bolso

O crime do Padre Amaro, lançamento da Editora da UERJ, já está disponível para compra no site ou na sede da própria editora. O livro chega ao mercado em boa hora, atendendo ao estudante que precisa dessa leitura para fazer o exame discursivo da segunda fase do vestibular da UERJ, no dia 2 de dezembro.

A edição inclui uma análise textual concebida pelos professores de Letras da UERJ, Eduardo da Cruz e Sérgio Nazar David. Com isso, o vestibulando poderá aprofundar a sua leitura, destrinchando o estilo e as ideias do célebre autor português e compreendendo melhor o cenário político e social da época em que o romance foi lançado.

Originalmente, O crime do padre Amaro foi publicado sob formato de folhetim, na Revista Ocidental, em 1875, e no ano seguinte, pela primeira vez, saiu como livro. O autor ainda efetuou mudanças no texto, ocasionando versões diferentes. Para o professor Sérgio Nazar David, um aspecto importante da edição da EdUERJ é o fato de se basear no texto da versão de 1889, “a última em vida de Eça de Queiroz”.

Como garantia de qualidade, a EdUERJ utilizou parâmetros adotados pela edição crítica de O crime do padre Amaro, preparada pelos especialistas Carlos Reis e Maria do Rosário Cunha, publicada em 2000, pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda, editora portuguesa.

A criação de Eça de Queiroz é um marco do realismo na literatura em Portugal, chamando a atenção também da crítica do Brasil. A repercussão, enorme, relacionou-se ao fato de a trama ser repleta de questionamentos à religião, à igreja católica e aos valores da moral vigente. Além disso, a sensualidade comparecia em descrições realistas às quais os leitores de outrora estavam pouco acostumados.

O crime do Padre Amaro é o segundo volume da coleção EdUERJ de Bolso, que estreou com O alienista, de Machado de Assis. A proposta da coleção é publicar, a preços módicos, clássicos da língua portuguesa cujos direitos autorais estejam em domínio público.

Demonstrando sintonia com o Departamento do vestibular, os títulos publicados até agora são leituras requisitadas para o exame de ingresso para UERJ. O leitor poderá comprar o livro por R$ 20,00 na própria EdUERJ ou por R$ 28,00 pelo site. O preço é acessível, considerando que é um volume com mais de 400 páginas.

Vale ressaltar que, independente de tratar-se de uma leitura para o vestibular, a criação de Eça de Queiroz propicia uma experiência literária de alto gabarito e merece ocupar um lugar na estante de qualquer leitor que se preze. Ou seja: é para ler e guardar.

Share this post
  , , , , ,


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *