Livro reúne pesquisadores do Brasil e de Costa Rica

A comemoração da independência ocorre em setembro. O clima tropical é valorizado pelas praias belíssimas, atraindo turistas. O futebol é uma das paixões e adota-se o feijão como um dos protagonistas nas refeições. Parece o Brasil, mas estamos falando de Costa Rica, país da América Central. O país tornou-se independente em 15 de setembro de 1821 e é considerado um dos mais desenvolvidos da América Latina, com expectativa de vida de 78 anos.

Brasil e Costa Rica possuem muitas diferenças, como as línguas, espanhola e português. Contudo, foram as similaridades que motivaram a aproximação entre a UERJ e a Universidade Nacional de Costa Rica (Una). Um convênio foi firmado em 2011, com intercâmbios e pesquisas conjuntas. Estudos territoriais no Brasil e na Costa Rica, lançamento da Editora da UERJ, com organização dos professores Glaucio Marafon, Liliam Quirós Arias e Meylin Alvarado Sánchez, resulta desta parceria.

O livro nasce da cooperação entre a Escola de Ciências Geográficas, da UNA, e o Programa de Pós-Graduação, do Instituto de Geografia da UERJ. Dividido em duas partes, a obra dedica um segmento para Brasil e outro para Costa Rica.

A primeira parte, que enfoca o território brasileiro, caracteriza-se por um olhar predominantemente voltado para aspectos ambientais e físicos. Entre os objetos de estudo estão as reservas particulares de patrimônio natural, os biocombustíveis, o turismo rural e aquele desenvolvido na cidade do Rio. Também inclui uma reflexão sobre o pensamento de Milton Santos e um olhar sobre as especificidades sociais, culturais e territoriais que caracterizam o cidadão carioca.

A segunda parte, com enfoque no território da Costa Rica, concentra-se mais na questão urbana. São debatidos temas como política pública e moradia, as propostas de incentivo ao turismo rural comunitário, as características inerentes à juventude em Costa Rica, e questões acerca das políticas de ordenamento e do zoneamento urbano. Vale a pena também conferir uma análise sobre as publicações acadêmicas produzidas na América Latina em relação ao desenvolvimento urbano.

A publicação da EdUERJ é uma valiosa amostra das pesquisas que estão sendo desenvolvidas no âmbito da geografia por pesquisadores da UERJ e da UNA, comprovando as potencialidades que se despertam quando a pesquisa atravessa fronteiras.

Share this post
  , , , , , ,


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *