Livro da EdUERJ discute conexão entre literatura e ensino

Construir uma reflexão sobre a trajetória do livro de ficção para a criança e para o jovem no sistema literário e educacional brasileiros. Esta é a proposta de “Literatura, leitura e educação”, lançamento da Editora da UERJ. A obra, organizada por Márcia Cabral da Silva e Estela Natalina Mantovani Bertoletti, apresenta ensaios que, sob uma abordagem historiográfica, contribui para os estudos na área das ciências humanas.

Uma parte do livro se dedica à análise da produção acadêmica sobre a literatura para jovens e crianças. Um exemplo disso é o capítulo que estuda dissertações e teses, produzidas entre 1970 e 2016, que abordaram a literatura infantil. Na mesma linha, outro texto examina os argumentos de Cecília Meirelles e Leonardo Arroyo acerca deste gênero de produção literária.

Outro assunto abordado é o universo ficcional proposto por quem escreve para jovens e crianças. Neste contexto se insere o artigo sobre a literatura manuscrita, que indaga a respeito da leitura das crianças na primeira metade do século XX, quando a escola se tornou um dos principais espaços sociais de educação. Ainda sobre os objetos de leitura, há um estudo sobre a revista Tico Tico, célebre publicação que data de 1905. A poesia destinada à leitura na infância mereceu um capítulo específico, que aponta nomes como Henriqueta Lisboa, Cecília Meirelles, Gonçalves Dias e Casimiro Abreu e Vinicius de Moraes. Isto sem esquecer da poesia produzida em saraus ou daquela que é criada com a finalidade de publicação em páginas de facebook.

Por fim, há autores que pesquisaram a conexão entre ensino e leitura, propondo reflexões sobre programas governamentais de incentivo à leitura escolar no Brasil e sobre os critérios de escolha das obras literárias. É o caso, por exemplo, do texto que trata do Literatura em minha casa, programa de incentivo à leitura, ou do capítulo que averigua a representação social no acervo do Programa Nacional Biblioteca na Escola (PNBE). Algumas evidências apontam para o pequeno grau de representatividade dos estudantes das várias regiões do Brasil diante dos escritores selecionados pelas políticas públicas.

A dificuldade de acesso a bibliotecas públicas, assim como a concorrência de games, internet e televisão, colaboram por restringir a leitura do jovem ao ambiente escolar. Diante deste contexto, “Literatura, leitura e educação”, fornece as pistas necessárias para aqueles que desejam procurar novos caminhos para a formação de leitores.

Ah, vale ressaltar que o livro integra a coleção Pesquisa em Educação, com outros títulos também relevantes para os educadores (https://www.eduerj.com/eng/?product_cat=colecao-pesquisa-em-educacao).

Share this post
  , , , , , , ,


One thought on “Livro da EdUERJ discute conexão entre literatura e ensino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *