EdUERJ de Bolso, nova coleção, atende ao vestibular

Com o intuito de estimular a leitura dos clássicos de língua portuguesa, a Editora da UERJ está lançando a coleção EdUERJ de Bolso. A proposta atende principalmente ao vestibulando, que precisa de uma edição de boa qualidade, a preços acessíveis, de títulos indicados para o exame. O Alienista, de Machado de Assis, marca a estreia da coleção.

A iniciativa está em sintonia com o Departamento de Seleção Acadêmica da UERJ (DSEA): os primeiros títulos publicados pela EdUERJ de Bolso são leituras indicadas para o vestibular da UERJ deste ano. O Alienista já está disponível no site da EdUERJ. O próximo livro é “O crime do Padre Amaro”, de Eça de Queiroz, e, assim como a criação machadiana, também é uma leitura requisitada ao vestibulando. Para ajudar ao estudante, a edição de O Alienista inclui texto de apoio assinado por Maria Cristina Cardoso Ribas, professora da UERJ, analisando diversos aspectos do conteúdo da obra.

Mais do que apresentar textos clássicos cujos direitos autorais já estejam em domínio público, a EdUERJ de Bolso representa um caminho seguro na hora de escolher a edição de um clássico. Justamente por estarem em domínio público, os textos muitas vezes sofrem nas mãos de editoras menos cuidadosas. “Há edições que não são publicadas em sua integralidade de conteúdo ou mesmo com erros graves, como a supressão de trechos ou mesmo capítulos”, pondera Mauro Siqueira, da coordenadoria de produção da editora. A qualidade é a garantia da EdUERJ: os títulos da nova coleção estão revisados pela nova ortografia e trazem análises escritas por professores especialistas.

A EdUERJ de Bolso traz, como introdução, o texto “O resgate da literatura no vestibular da UERJ”, de Gustavo Bernardo, coordenador do DSEA. Em sua argumentação, o professor explica que a parceria com a EdUERJ “fortalece ainda mais o imprescindível diálogo da universidade com o ensino médio e com a sociedade”. Assim como no ano passado, os livros do Vestibular Estadual de 2019 foram escolhidos por meio uma consulta pública, realizada na Revista Eletrônica do Vestibular da UERJ. Este caráter democrático reforça a legitimidade das obras pela EdUERJ.

Publicado originalmente em 1882, “O Alienista” é considerado um clássico e já ganhou adaptações para cinema, tv e teatro, sempre despertando admiração pela sua verve. A trama se desenrola na Casa Verde, manicômio comandado pelo médico Simão Bacamarte. O autor apresenta uma galeria de personagens pitorescos que colabora para o tom de ironia com que são discutidos os limites do conceito da loucura e suas implicações.

O livro custa R$ 9,00 para alunos, professores, funcionários da UERJ e também para os vestibulandos que forem comprar diretamente na EdUERJ. No site (www.eduerj.com), sai por R$ 12,90.

Share this post
  , , , , , , , ,


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *